Erro 500 Internal Server – Explicação e solução

O temido Erro 500 Internal Server é capaz de transformar rapidamente o sorriso, em uma cara fechada. Dificulta a navegação e acesso no site. Um pesadelo para os desenvolvedores web, causa uma agitação desenfreada para recuperar o site/blog. Isso pode parecer horrível, mas no fundo não é tão assustador assim. Vou explicar aqui o que é o Erro 500 Internal Server e fornecer algumas soluções. A próxima vez que ele ocorrer, em vez de se esconder embaixo da cama, você estará preparado para agir rapidamente, resolver o problema e continuar trabalhando.

Reconhecer o Erro 500

Primeiramente, vejamos como essa mensagem de erro pode se manifestar no seu computador. É importante não confundir esse erro com o 404 Not Found. Cada provedor de hospedagem/servidor pode personalizar o modo de exibição da mensagem, por conseguinte, as formas podem ser diversas. Essas são as mais comuns:

  • “500 Internal Server Error”
  • “HTTP 500 – Internal Server Error”
  • “Internal Server Error”
  • “HTTP 500 Internal Error”
  • “500 Error”
  • “HTTP Error 500”

Na maioria das vezes, a mensagem será acompanhada por linhas típicas e ambíguas, como “O servidor encontrou um erro inesperado e não pôde concluir sua solicitação”. Observe que esse erro aparece sejam quais forem o navegador e o sistema operacional. Veja abaixo na captura de tela um dos exemplos de como esse erro pode ser exibido no seu navegador.

O que é o Erro 500?

Resumidamente, é o modo como os servidores dizem “algo deu errado, mas infelizmente não posso explicar o quê”. É o que chamamos de erro “server-side”, e significa que algo está errado no servidor que hospeda o seu site. Ele é bastante comum e geralmente causado por um problema de configuração na programação do site, no PHP ou nas permissões do sistema.

500-internal-google Erro 500 Internal Server – Explicação e solução

 

Averiguando o erro

Assim que você tiver acesso às informações adicionais, há meio padronizados para averiguar o erro mais detalhadamente. Antes de tudo, vejamos as causas mais comuns desse problema, pois, uma vez identificadas, é muito mais fácil resolvê-lo.

Permissões: muitas vezes você poderá perceber que a permissão foi incorretamente configurada em uma das suas pastas. A solução pode ser simples, como alterar a permissão de um arquivo/pasta de 777 para 755 ou vice-versa. Na maioria dos casos, as permissões do tipo 777 contêm pouquíssima proteção e mesmo um hacker amador pode ter acesso aos seus arquivos e acrescentar neles códigos maliciosos. Como cada provedor de hospedagem tem regras próprias, lembre-se de pedir ao seu informações específicas sobre a configuração das permissões.

Configuração incorreta do .htaccess: frequentemente, quando esse arquivo tiver sido mal configurado, ocorrerá um erro interno no servidor. No caso da PrestaShop, os principais culpados pelos erros do .htaccess são configurações de “URL Rewrite” ou habilitação de URL amigável. A sintaxe do .htaccess é bastante rigorosa, portanto, um caractere ou comando errado ocasionará novamente o Erro Interno 500 no servidor. Faça um backup do arquivo e gere-o novamente pelo back-office ou pela opção de habilitar URL amigável.

Timeout do servidor: cada servidor tem configurações próprias de timeout, que define o tempo de execução dos scripts. Caso a função ou o script ultrapassem esse limite, o Erro 500 aparecerá. Os scripts mais comuns da PrestaShop cujo carregamento pode ser demorado são as importações CSV, backups, traduções, importações/exportações e geração de thumbnail. Muitas vezes, o limite do servidor é de 30 segundos, insuficiente para a execução desses scripts. Assim, você deve entrar em contato com seu provedor de hospedagem e solicitar a alteração do limite, mesmo que temporariamente. Se o problema não for resolvido por meio da averiguação das causas mais frequentes,

consulte os logs de erro do Apache e PHP. Eles são fornecidos pelo seu provedor de hospedagem, mas às vezes é necessário contatá-lo diretamente para o acesso.

Na dúvida, pergunte no Fórum

Deixe uma resposta