Como elaborar um plano de negócio

O plano de negócio é o planejamento de sua empresa, no qual você irá detalhar tudo sobre ela.
Plano de negócio é um documento que descreve os objetivos de um negócio e os passos que devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas.Um plano de negócio permite identificar e restringir seus erros no papel, mediante simulações, em vez de cometê-los no mercado. Fique atento aos itens de um plano de negócios.

Assim, vamos poder fazer tudo passo-a-passo, agora que você já passou dos conceitos básico e já sabe onde está se metendo (será que sabe mesmo?) Ele vai lhe ajudar também em vários outros aspectos:

  • Provê uma idéia dos custos que você vai ter;
  • Possibilita colocar no papel a ordem dos processos, criando um cronograma;
  • Permite ver, uma vez pronto, se o processo desejado é viável ou não;
  • Colocar soluções alternativas, etc.

 

Geralmente é escrito por empreendedores, quando há intenção de se iniciar um negócio, mas também pode ser utilizado como ferramenta de marketing interno e gestão. Pode ser uma representação do modelo de negócios a ser seguido. Reúne informações tabulares e escritas de como o negócio é ou deverá ser.

De acordo com o pensamento moderno, a utilização de planos estratégicos ou de negócios é um processo dinâmico, sistémico, participativo e contínuo para a determinação dos objetivos, estratégias e acções da organização; assume-se como um instrumento relevante para lidar com as mudanças do meio ambiente interno e externo e para contribuir para o sucesso das organizações. É uma ferramenta que concilia a estratégia com a realidade empresarial. O plano de negócio é um documento vivo, no sentido de que deve ser constantemente atualizado para que seja útil na consecução dos objetivos dos empreendedores e de seus sócios.

O plano de negócios também é utilizado para comunicar o conteúdo a investidores de risco, que podem se decidir a aplicar recursos no empreendimento.

Para E. Bolson, plano de negócio “é uma obra de planejamento dinâmico que descreve um empreendimento, projeta estratégias operacionais e de inserção no mercado e prevê os resultados financeiros”1 . Segundo o mesmo autor, a estratégia de inserção no mercado talvez seja a tarefa mais importante e crucial do planejamento de novos negócios.

Sumário executivo
O sumário executivo é um resumo do plano de negócio. Não se trata de uma introdução ou justificativa e sim de uma síntese contendo seus dados mais importantes: resumo dos principais pontos do plano de negócio; informações dos empreendedores, experiência profissional e atribuições; dados do empreendimento; missão da empresa; setores de atividades; forma jurídica; enquadramento tributário; capital social; fonte de recursos.
Análise de mercado
Esta é uma das etapas mais importantes da elaboração do seu plano. Afinal, sem clientes não há negócios. Os clientes não compram apenas produtos e serviços, mas soluções para algo que precisam ou desejam. Você pode identificar essas soluções, se conhecê-los melhor.
Plano de marketing
Aqui você deve descrever os principais itens que serão fabricados, vendidos ou os serviços que serão prestados. Informe quais são as linhas de produtos, especificando detalhes como tamanho, modelo, cor, sabores, embalagem, apresentação, rótulo, marca, etc.Analise a possibilidade de ter um preço competitivo ou que ofereça um diferencial para o seu cliente. Observe as melhores localizações para o seu empreendimento considerando as características do seu público-alvo.Oferecer comodidade de acesso para seus clientes pode melhorar o desempenho do seu negócio. Avalie as promoções que você poderá fazer. Faça sua marca ser conhecida, fidelize seus clientes.

Plano operacional
Por meio do layout ou arranjo físico, você irá definir como será a distribuição dos diversos setores da empresa, de alguns recursos (mercadorias, matérias-primas, produtos acabados, estantes, gôndolas, vitrines, prateleiras, equipamentos, móveis etc.) e das pessoas no espaço disponível.
Plano financeiro
Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos Investimentos fixos; Capital de Giro; Investimentos pré-operacionais.Definidas quais serão suas despesas com pró-labore, funcionários, luz, água, aluguel, telefone, fornecedores, tributos, financiamentos, serviços terceirizados e outras despesas de sua empresa, você conseguirá projetar sua meta de vendas.Suas vendas deverão ser suficientes para pagar todos os compromissos e, preferencialmente, sobrar uma reserva para que a empresa possa fazer novos investimentos.

Avaliação estratégica
Saiba quais são os pontos fortes e fracos de sua empresa. Conheça suas oportunidades e ameaças. A análise dos pontos fortes e fracos assim como das ameaças e oportunidades (F.O.F.A.) levará você a pensar nos aspectos favoráveis e desfavoráveis do negócio, dos seus proprietários e do mercado.
Avaliação do plano de negócio
Empreender é sempre um risco, mas empreender sem planejamento é um risco que pode ser evitado. O plano de negócio, apesar de não ser a garantia de sucesso, irá auxiliá-lo a tomar decisões mais acertadas, assim como a não se desviar de seus objetivos.O Sebrae possui técnicos preparados para orientá-lo no planejamento do seu negócio. É importante lembrar, sempre, que um bom planejamento pode diminuir os riscos para a sua empresa, possibilitan- do, assim, mais chances para o seu sucesso. Procure sempre um Sebrae mais próximo de você.

Veja abaixo um bom conteúdo para ajudar:

Vamos nos valer de um e-book do Sebrae, para continuarmos. É uma leitura boa e importante, mas vou adaptar de acordo com as nossas necessidades. Vamos construir um:

  1. Sumário Executivo– uma breve resumo do que vai ser a sua empresa com os seguintes pontos:
    • Principais pontos do negócio:
      • Como vai ser a sua empresa de hospedagem? Revenda, dedicado, vps?
      • Quais outros serviços você vai oferecer? Revenda de domínios, streaming?
      • Qual seu público alvo? Gamers, novatos, webmasters, algum nicho específico?
      • De quanto dinheiro dispõe para investir nisso? Quanto vai ser gasto logo e quanto ficaria de reserva?
      • Quanto você espera lucrar mensalmente?
      • Do que você vai precisar, em termos de estrutura, para iniciar?
      • Em quanto tempo vai ter seu dinheiro de volta?
    • Dados dos empreendedores:
      • Vai haver sócio(s) ou será somente você?
      • Se houver uma outra pessoa, qual o papel dela na empresa? Quais serão as atribuições de cada um?
    • Dados do empreendimento:
      • Nome: Você já sabe o nome do seu host?
      • Marca: Você já tem slogan ou logotipo?
      • CPF ou CNPJ: Se você for ter uma empresa legalizada (abordaremos como fazer isso no final da série), informe seus dados.
    • Missão da empresa: Citando o e-book do Sebrae: “A missão da empresa é o papel que ela desempenha em sua área de atualização. É a razão de sua existência hoje e representa o seu ponto de partida, pois identifica e dá rumo ao negócio.”
      • Exemplo: Fazer com que cada pessoa tenha seu espaço na web garantido de forma simples e rápida.
    • Setor de atividade:
      • No nosso caso: serviços.
    • Forma Jurídica:
      • Sociedade limitada: se houver dois ou mais sócios;
      • Empresário: Se você for o feliz dono da sua EUpresa.
    • Forma de tributação:
      • Regime Normal ou Simples (trataremos no capítulo de legalização).
    • Fonte de recursos:
      • De onde vem o seu dinheiro? Mesada, trabalho, megasena?
  2. Análise de mercado– Muito se fala de saturação de mercado, mas é fato que milhares de pessoas assinam diariamente planos de hospedagem no Brasil:
    • Os seus clientes – quem você deseja hospedar? qual seu público alvo?
    • A concorrência – quem são seus rivais (pense em termos de preço e público)?
    • Fornecedor – onde você vai contratar a sua revenda/servidor, gerenciador financeiro, webmaster, webdesigner, funcionários?
  3. Marketing
    • Definição de produtos e serviços – como serão os seus planos? que serviços oferecerá?
    • Preço – “Preço é o que consumidor está disposto a pagar pelo que você irá oferecer. A determinação do preço deve considerar os custos do produto ou serviço e ainda proporcionar o retorno desejado. Ao avaliar o quanto o consumidor está disposto a pagar, você pode verificar se seu preço será compatível com aquele praticado no mercado pelos concorrentes diretos.”
    • Estratégias promocionais – Como você vai promover o seu produto? Adrwords, rádio, tv?
    • Comercialização –  Como o produto vai chegar ao seu cliente? Parceria com webdesigners/webmasters? Revendedores? Afiliados?
  4. Plano Operacional:
    • Funcionários – Você vai precisar de pessoal?
  5. Financeiro:
    • Investimento fixo – Relacione funcionários, custos com servidor, marketing, etc.
    • Capital de giro – De quanto dispõe para manter a empresa funcionando?
    • Investimento total – Liste todos os seus custos.
    • Estimativa de faturamento – quanto você espera faturar?
    • Demonstrativo de resultados – Faturamento – Custos =?
  6. Específico para empresa de hospedagem (cada item será tratado nos próximos capítulos)– Aqui, você deve pensar em tudo que está relacionado a estes itens, se deve contratar de terceiros ou se consegue fazer sozinho:
    • Sua marca – criação de logotipo, marca, slogan e identidade corporativa;
    • Seu servidor – Escolhendo, assinando, configurando e criando planos;
    • Domínios e outros serviços – Oferecendo registro de domínios e outros serviços relacionados a hospedagem;
    • Meios de pagamento – Por quais meios de pagamento você vai receber, quais tem menores tarifas?
    • Jurídico – Criando um termo de uso, política anti-spam e política de privacidade;
    • Sistemas de apoio – De quais outros sistemas você vai precisar? Chat, fórum, helpdesk?
    • Seu site – O que vai ter no site? E o Layout? Você vai fazer ou contratar alguém?
    • Finanças e administração – Como organizar cobranças, clientes?
    • Marketing – Como divulgar um serviço online?
    • Suporte – Quais os meios disponíveis para suporte? Telefone, helpdesk?
    • Legalizando – Como legalizar uma empresa de hospedagem?

Bom, eu quero que vocês reflitam sobre quanto trabalho está envolvido em criar alguma coisa para verem que a coisa é séria. Não basta criar um site e sair vendendo. Empresas de hospedagem sérias iniciam suas atividades de forma organizada. Pode até ser que você pule um passo ou outro acima. Entretanto, o importante é que perceba todos os aspectos de um negócio e não veja apenas o lucro, que é uma consequência de um trabalho bem feito e reconhecido.

 

Boa sorte, ou melhor, bom trabalho! E tenha claro que começar já é a metade de toda a ação. Sucesso!

Baixe aqui o arquivo completo (em formato pdf): Como elaborar um plano de negócio.

Deixe uma resposta