Você já tem um e-commerce?

Aqueles que não lançaram até hoje as versões online de suas lojas físicas já começaram a pensar nisso este ano. Em 2013 os grandes varejistas como Extra e Walmart investiram em suas plataformas a fim de atenderem a demanda de seus clientes aqui no Brasil. Este ano lojas como Hering também pretendem investir no comércio eletrônico devido ao crescimento do setor.

Segundo a Forrester, em 2014 os grandes varejistas continuarão migrando para os marketplaces virtuais a fim de expandirem sua presença no mercado e alavancarem seus índices de crescimento. Estar na internet se tornou uma questão de sobrevivência e saber como manter-se competitivo também. Cada vez mais as companhias estão se perguntando como podem atender seus clientes e superar os concorrentes no longo prazo.

Experiência do consumidor: Vencer ou morrer

A Amazon continua no topo da lista dos varejistas online com o maior índice de satisfação do cliente e continua adotando estratégias para melhorar esses índices. Entre os fatores que contribuem para esse sucesso estão as features de fidelização que mantêm o interesse do cliente como: Amazon Prime, o Kindle, o 1-click buying e o programa “Assine e economize”, afirma a Diretora de Estratégia da Shop Runner, Fiona Dias. Veja outras estratégias:

  • Mapeie cada passo da experiência do seu cliente;

  • Coloque o feedback dele no topo da lista do que você está fazendo;

  • Escolha uma pessoa da sua empresa capaz de agir conforme o feedback do cliente eliminando atritos;

  • Ao invés do foco na localização concentre-se em desenvolver estratégias diferentes de produto;
  • Ofereça uma solução de pagamentos que simplifique a transação online, reúna várias formas de pagamento e ao mesmo tempo previna fraudes;

  • Invista na Gestão de Disputa para evitar o chargeback;

  • Comece a pensar na fidelização de clientes através de planos de assinaturas.

 

Estar em constante contato com o cliente também pode ajudar, mas não abuse.

Deixe uma resposta